BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Em cinco anos Argentina poderá ser a maior produtora mundial de gás de xisto

imagesO acordo entre a YPF e a companhia petrolífera chino-argentina Bridas, para explorar depósitos de gás de xisto na região de Vaca Muerta (Neuquén) é um evento de importância mundial. Os depósitos de gás de xisto de Vaca Muerta são tão ou mais importantes do que os EUA. De acordo com a Agência de Informação Energética dos EUA (USEIA) chegam a 774.000 bilhões de m³ de gás e 741 milhões de barris de petróleo.
Além dos depósitos de Vaca Muerta, o relatório Schlumberger (Houston / Londres / 2011) identificou outras 22 formações de gás de xisto na Argentina. Entre eles, o mais promissor é a de San Alfredo, localizada na região de Los Monos, na Bacia do Chaco-Paraná. A peculiaridade do gás xisto argentino é que seus reservatórios têm uma espessura maior do que os norte-americanos (de 600 a 1.000 m) e são verdadeiramente maciços. Seu desempenho pode ser proporcionalmente maior, o que os tornaria os primeiros no mundo.
O acordo YPF-Bridas tem dois anos e tem a intenção de se desenvolver principalmente nos 663 km² das formações da Bajada de Aniello e Bandurria, com o objetivo de perfurar 132 poços pilotos durante 2013. O próximo passo é perfurar 2.000 poços no período 2014/2017, o que exigiria investimento de U$S 12 bilhões, que chegaria a U$S 70 bilhões ao longo de 10 anos para explorar todo o conjunto da formação.

Via

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!