Categorias

Capes aprova mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental para Unicentro e UEPG

Programa será desenvolvido em associação ampla entre UEPG e campus de Irati da Unicentro (Foto: Harald Essert/Diário de Guarapuava)

A Capes (Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) aprovou o mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental, que será desenvolvido em associação ampla entre as universidades estaduais do Centro-Oeste – Unicentro – e de Ponta Grossa – UEPG. As duas instituições já realizam, em associação ampla, programas de pós-graduação stricto sensu em áreas de Biologia Evolutiva e Ciências Farmacêuticas.

No parecer da comissão da área, que avaliou a proposta, foi levado em conta que as instituições contam com 12 salas disponíveis para docentes e seis salas para os discentes, equipadas com computadores, que serão utilizadas exclusivamente para o programa. Outro fator diz respeito aos laboratórios que, segundo o grupo de avaliação, estão adequados para o atendimento à área de concentração e linhas de pesquisa.

A biblioteca foi outro ponto fundamental no processo. Além dos acervos disponibilizados pelas instituições, também são oferecidos outros serviços pelas bibliotecas da Uepg e Unicentro, como os acessos ao Portal da Capes e do sistema PHL, disponível na Internet (//unicentro.phlnet.com.br), bem como as bases Scopus e Science Direct do Portal da Capes.
A qualidade do projeto, bem como o nível de excelência do corpo docente também foram pontos considerados positivos para a aprovação do programa.
O reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona, lembrou que este é o segundo curso de mestrado aprovado neste mês (o outro foi em Desenvolvimento Comunitário).
“Este é mais um presente de Natal para nossa instituição, o que também comprova a seriedade e eficiência do trabalho executado nas instituições estaduais de ensino superior do Paraná. Todos os envolvidos nesse projeto, seja da Unicentro ou da UEPG, estão de parabéns, pois foi graças ao envolvimento do pessoal administrativo e pedagógico das universidades que hoje temos essa grata notícia”, conclui Bona, lembrando que, na Unicentro, o mestrado funcionará no campus de Irati.
Via

Postagens Relacionadas
consulte Mais informação

O antídoto para o greenwashing

Este artigo discute a importância e a necessidade de uma transição ecológica, bem como a exploração da consciência ecológica dos consumidores por meio de estratégias de marketing como o greenwashing. O artigo aborda também soluções para ajudar as empresas a se tornarem mais sustentáveis, tais como a Avaliação do Ciclo de Vida e o Gêmeo Digital, que permitem o monitoramento eficaz e a mensuração dos impactos ambientais das ações das empresas.