BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
escritorio-carro-alemao.jpg

↪ Alemão é multado por dirigir com notebook, roteador, modem e impressora ligados dentro do carro

A polícia alemã divulgou hoje a foto do interior de um carro cujo motorista foi multado. Não seria nada demais se não fosse o verdadeiro escritório móvel que o sujeito tinha dentro do veículo em questão: ele estava dirigindo com um notebook apoiado no painel, um roteador com uma antena extra, um modem 3G, um GPS e uma impressora, todos conectados a um transformador e funcionando.

Imagem: Polícia de Saarland

Originalmente o homem de 35 anos foi parado por ultrapassar o limite de velocidade (estava dirigindo a 130 km/h em um lugar onde o limite era 100 km/h). Mas ao se aproximarem do veículo, os policiais notaram a horda de equipamentos eletrônicos no interior e aplicaram não só uma multa por excesso de velocidade como também por ter “itens demais soltos dentro do veículo”, o que poderia aumentar o risco de acidentes.

A polícia também disse que não havia evidência de que os itens estavam sendo usados quando ele estava dirigindo, então a multa poderia ser maior.

Vivemos em um mundo onde a portabilidade de aparelhos eletrônicos é algo prezado para quem está sempre precisando se locomover. E quanto mais funções um gadget executa, melhor, já que ele pode substituir outros. Mas no caso desse alemão, despejar toda a sua mesa do escritório dentro do carro parece ter sido a única saída para que ele se sentisse verdadeiramente conectado com o trabalho e com o mundo.

Ou talvez ele estava praticando a fina arte do wardriving, mas não acho que uma impressora seja extremamente necessária para isso. Temos outras teorias?

Via

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!