BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Crea-RO participa de oficina sobre engenharia pública

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (Crea-RO), participou no último domingo, 09, a convite da Cooperativa de Trabalhadores de Construção Civil e Serviços do Estado e todo Território (Construcoop-RO), da oficina com o tema “Engenharia Pública”, estabelecida pela Lei 11.888 de 24 de dezembro de 2008, que assegura às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e as construção de habitação de interesse social.

Foram apresentados dez modelos de projetos de moradias, que através de convênios com as prefeituras serão disponibilizados e variam entre 40m² a 70m².

A oficina foi oferecida para aproximadamente 25 cooperados, no Colégio Juscelino Kubitschek em Porto Velho.   “A população sempre veem o Crea como um cobrador de taxas, mas não é bem assim, explica o presidente do Crea-RO, engenheiro civil Nélio Alencar. “O Crea prima pela segurança das pessoas que contratam profissionais para fazerem determinadas obras. A grande maioria não tem conhecimento sobre este projeto de engenharia pública. Ele vem de encontro as famílias que ganham até dois salários mínimos e que pretendem construir sua casa. O Crea promoverá convênios com as prefeituras para que este projeto torne-se viável, e as prefeituras, por sua vez, oferecem o profissional habilitado, e cabe ao Conselho disponibilizar as plantas de 40m² a 70m². Mas para que as pessoas sejam agraciadas, os terrenos não podem ter edificações. Espero que em breve, o Conselho possa colocar em prática mais este projeto”, declarou Nélio Alencar.

O evento contou com a participação do gerente de Relações Institucionais do Crea-RO, Odair Bessa, que encerrou a oficina com a palestra sobre o papel do Conselho, a importância da legislação do sistema ao conhecimento de pedreiros e mestres de obras. “Foi muito proveitosa levar ao conhecimento aos profissionais que não são ligados ao sistema”, enfatizou Odair.

Seria bastante interessante se o CREA de outros estados tomasse iniciativas como essas.

Via

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!