O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Incorporadora chinesa é acusada de plagiar design de edifício criado por Zaha Hadid

Empreendimento Meiquan 22nd Century se assemelha ao complexo Wangjing Soho, projetado pela arquiteta britânica em Pequim.

Pra variar, uma empresa chinesa está sendo acusada de clonar o design do Wangjing Soho. O belíssimo empreendimento foi projetado pela arquiteta Zaha Hadid em Pequim, na China. A cópia do projeto é chamada de Meiquan 22nd Century e fica na cidade de Chongqing.

Wangjing Soho (à esquerda) e Meiquan 22nd Century (à direita)

O Wangjing Soho é um complexo comercial e de escritórios composto por três torres inclinadas. O projeto foi divulgado em agosto de 2011 e está em obras, com conclusão prevista para 2014.

Apesar de ser uma cópia, o Meiquan 22nd Century, por sua vez, deve ser entregue antes do projeto original. A obra começou depois, mas está em um ritmo mais acelerado que o edifício de Zaha Hadid.
Satoshi Ohashi, diretor de projetos do escritório Zaha Hadid Architects, disse ao site alemão de notícias Spiegel Online que “é possível que os piratas Chongqing tenham conseguido alguns arquivos digitais ou desenhos do projeto original”.
A China possui uma lei de direitos autorais para proteger obras de arquitetura, o que facilitaria a condenação da empresa que plagiou o design de Zaha Hadid. “Mas, mesmo se o juiz decidir em favor do Wangjing Soho, o tribunal não vai forçar o réu a derrubar o prédio. Entretanto, poderia ordenar o pagamento de indenização”, disse o advogado chinês, You Yunting, ao site da Alemanha.


Via

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese