BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
líder

Me tornei líder! E agora?

Você se forma, pega a tão sonhada carteirinha do Crea, recebe o capacete branco, vira um engenheiro líder… e agora? Nesse momento bate aquela insegurança, você pensa: “gente, será que eu aprendi tudo mesmo?” “Como eu vou conseguir?” “O que eu tenho que fazer?” E se você já passou por isso, sabe o que estou dizendo. E se ainda não chegou seu momento, você está em vantagem em ter alguém para te ajudar. Vem comigo!

Como aqui nós trabalhamos com verdades, preciso te contar logo uma de cara: sabe essa insegurança? Ela nunca vai deixar de existir, sabia? Não? Eu vim aqui te dar essa notícia e também quero te tranquilizar porque você vai aprender a lidar com isso à medida que for amadurecendo e ganhando mais experiência (não necessariamente ficando mais velho, uma coisa não tem a ver com outra). 

E por que a insegurança sempre vai ser sua companheira? Porque não existe nenhum projeto igual ao outro! Simples assim! Nenhuma obra é igual a outra (ainda que seja exatamente o mesmo layout, no mesmo terreno) e com isso, sempre vai existir desafios e cada vez maiores. A diferença é que a medida que você vai vivenciando experiências e vencendo esses desafios e principalmente tirando lições deles (essa aqui é uma baita dica), você vai ganhando mais confiança no que aprendeu e principalmente como solucionar.

Mas, para te mostrar como isso é possível, eu vim compartilhar algumas chaves preciosas que vão te ajudar demais, te diferenciar e principalmente, te tornar um líder mais preparado pelo que estiver por vir.

1 – Ser líder é diferente de liderar.

O quanto antes você ter clareza disso, vai te ajudar muito. A maioria das pessoas espera receber um título, um cargo para então começar a liderar. Preciso te dizer que não necessariamente as pessoas vão te seguir ou te obedecer pelo cargo que você ocupar mas sim pela sua postura e principalmente pelos resultados que você apresentar.

Não tem jeito. Se as pessoas não conhecem seu trabalho, não tem confiança em quem você é, comece a mostrar resultados e verá a “maré a seu favor”.

Ps: não tente ganhar no grito ou na imposição, questão de pouco tempo para se arrepender dessas atitudes.

2 – Não fuja dos problemas. Encare-os!

Você nem sempre vai ter resposta para todas as questões ou dúvidas ou até saber resolver algum problema de cara. E está tudo bem! Aproveite para exercer sua vulnerabilidade e responda algo do tipo: “não tenho essa resposta agora, vou me aprofundar e te retorno”. As pessoas nunca vão te achar ruim por não ter sempre todas as respostas.

Não se acovarde, pegue o desafio e busque ajuda para resolver.

3 – Aceite que a culpa é sua.

Quando a cobrança por algum resultado chega, seu diretor, seu cliente, não quer saber que não aconteceu, porquê o pintor não foi, ou que o pedreiro errou, ou porquê o estagiário se enrolou. Não terceirize a culpa, você é o responsável pelo seu time. Assuma e prossiga para que não aconteça novamente.

Quem é bom em dar desculpas, não é bom em mais nada.

4 – Desenvolva uma comunicação efetiva.

Não permita que mal entendidos e conflitos perpetuem. Sempre que acontecer algum episódio, resolva, alinhe, não empurre problemas para debaixo do tapete. Pessoas são seres complexos. Não seja um líder omisso! Ninguém gosta de ter conversas difíceis, não é verdade? mais fácil negar as aparências e disfarçar as evidencias.

Mas elas precisam acontecer!

5 – Nem sempre você vai agradar todos!

Isso não significa ser um líder desumano, que não se importa com as pessoas. É diferente de ser alguém grosseiro, que trata mal ou outros. É sobre ter clareza nas metas, nas estratégias. Nem sempre seus subordinados poderão ter acesso algumas informações ou estratégias, apenas confiar no seu direcionamento e não necessariamente concordarão, mas assim que acontece é a vida real. Não se culpe.

Não dá para agradar gregos e troianos.

Se você focar principalmente na próxima dica, com certeza você será um líder completamente fora da curva. Acredite, as pessoas não fazem o básico, o arroz com feijão bem feito e acabam deixando escapar pelas mãos grandes oportunidades.

6 – A cereja do bolo: Tenha controle sobre as suas emoções!

Ninguém merece um líder inconstante, que um dia está bem, te elogia, distribui sorrisos e fica cheio de amores e no dia seguinte quer matar todo mundo. Ou aquele tipo que briga com todo mundo, esporro o dia inteiro, quer ganhar no grito… definitivamente não tem um ser humano que aguente isso por muito tempo.

Meu conselho é que você coloque a busca constante pelo autoconhecimento como uma importante missão em sua trajetória profissional, mesmo que pareça clichê. Somente através desse conhecimento você terá domínio naquilo que fala, naquilo que pensa e naquilo que faz…

Quem não domina suas emoções, será dominado por elas!

Nunca se esqueça: seus liderados são reflexo da sua liderança. Se você não estiver gostando dos resultados, passou da hora de fazer uma autoanálise.

  • Coloca esses conselhos em prática e se prepare para colher muitos frutos!
  • Coragem e sucesso!
  • Nos vemos na próxima.
Total
1
Shares
1 comentário
  1. Ótimo artigo! Que revela problemas que ocorrem no cotidiano, tanto dos líderes como é a proposta do artigo, como para com demais níveis de trabalho, e traz soluções simples e que realmente funcionam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!