BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

O poder da habilidade de milhões!

Estreando minha primeira matéria aqui no Blog e aproveitando essa trend, decidi começar a falar dessa habilidade que quando eu entendi tamanha importância, ela mudou drasticamente não apenas a minha vida profissional. Geralmente não damos a devida importância, mas quando bem explorada, essa habilidade gera grandes transformações. Então, vem comigo saber qual é essa tal habilidade!

comunicação
Fonte: internet

Tem uma imagem que eu gosto bastante e reflete muito como as situações acabam ocorrendo no nosso dia a dia e que muito provavelmente você já viu circulando pela internet. Cheguei à conclusão ser a melhor opção para ilustrar esse grande problema que nós vivemos e muita das vezes nem nos damos conta:

Isso já aconteceu com você também ou só comigo? 😅

Quando estava escrevendo meu tcc de pós graduação em Gerenciamento de Projetos, eu decidi explorar sobre os problemas mais recorrentes que levavam os projetos a fracassarem. Meu objetivo se baseou na minha vivência na construção civil, onde eu via os mesmos problemas acontecerem (orçamento estourado, prazo não cumprido) e gostaria de fazer algo que pudesse contribuir para que esse cenário fosse melhorado.

O que eu não imaginava é que existia um problema camuflado que impactava também nesses problemas que a gente enxergava. E nos meus estudos e minhas buscas por referências, encontrei um estudo realizado pelo grupo PM Survey (2013) que reuniu organizações de diferentes partes do mundo para auxiliar nessa pesquisa. E o que me chamou a atenção logo de cara foi que o problema na comunicação foi apontado como o principal fator responsável pelo insucesso nos projetos, chegando a mais de 60% das respostas dos participantes, conforme você pode observar no gráfico abaixo:

comunicação

Como pode algo relativamente simples, uma skill que não requer uma especialização, causar tanto impacto assim? E foi então que comecei a me aprofundar no assunto.

Falhas na comunicação engloba muitas variantes: verbal, não verbal, canais de comunicação… mas o objetivo aqui é de trabalhar de uma maneira mais abrangente.

Alguma vez você acabou entregando algum trabalho que você pensou que fosse a melhor opção e na verdade não tinha absolutamente nada a ver com o que a pessoa que estava recebendo gostaria? Ou até fez algo mirabolante sendo que algo muito mais simples super resolveria o problema? Por que isso acontece?

Não existem regras, ninguém é perfeito e não tem essa de que uma vez aprendeu, ok. Assim como toda e qualquer habilidade, se não praticada e lapidada, não surte efeito. Combinado? Porque estou falando disso? Porque eu sempre fui muito prática e objetiva. Características muito comuns em profissionais na área de engenharia, não é mesmo? Ainda mais aquela galera de mais tempo tinha o seguinte lema: escolhi trabalhar com números porque não me dou bem com pessoas (isso é assunto pra uma próxima matéria, calma aí). Qualquer que seja sua área de atuação, você sempre será um gestor de pessoas. Não tem como fugir. Ainda que você tenha que gerenciar apenas a si mesmo.

O objetivo da comunicação nada mais é que de se fazer compreender. Mas quantas vezes nós nos preocupamos verdadeiramente que isso aconteça? Um grande exemplo do resultado de falhas na comunicação é o Retrabalho.

Entende-se por retrabalho: desperdício de insumos, tempo, dinheiro, energia…Quem nunca achou que estava arrasando na entrega de algum projeto e depois que apresentou ao cliente, ele queria algo diferente daquilo?

Agora que você já entendeu que não pode mais negligenciar a boa e velha comunicação na sua vida profissional, trouxe alguns pontos que vão te ajudar também:

Como melhorar minha comunicação?

1º- Identifique seus principais stakeholders (as pessoas que são afetadas diretamente no seu projeto) e entenda qual a melhor maneira de vocês se comunicarem.
  • Cliente que prefere que você ligue;
  • Fornecedor que prefere whats;
  • Liderado que através de e-mails resolvem.

Qual a melhor estratégia? A que funciona. Principalmente quando você procura saber como as pessoas preferem se comunicar!

Eu trabalhei com um engenheiro, ele estava começando, e ele adorava fazer lindos cronogramas e pregar na parede para nunca esquecer. Errado isso? De forma alguma! O problema é que ele fazia isso também na sala do mestre de obras, e adivinha? Ele não sabia ler! E ele foi saber isso tempos depois, e seus cronogramas ficavam esquecidos, viravam rascunho e ele sempre precisava lembrar as programações ao mestre.

Entende a importância de ter essa sensibilidade em procurar saber? Olha o tanto de energia que ele gastava em vão, assim como eu e você diversas vezes cometemos equívocos similares.

2º- Não prejulgar seus stakeholders

Não existe “e se”, “eu acho”. Pergunta. Descobre. Para de achismo e tenha certeza.

Acontece muito na minha área: O arquiteto faz o projeto para o cliente, e pensa em coisas maravilhosas, lindíssimas, tudo maravilhoso. Mas pergunta se antes ele entendeu a real necessidade do cliente antes de projetar? Se aquilo que ele está desenhando cabe no orçamento do cliente?

Eu sempre costumo dizer que papel aceita tudo, e é verdade. Mas na prática, a história é outra. Quantos clientes frustrados com seus projetos, alterando tudo na hora da execução porque na hora o arquiteto projetou pensando nele, não no cliente.

3º- Resgate seu “eu perguntador”

Uma vez eu li em um livro o relato de um executivo que administra uma empresa de 12 bilhões de dólares norte-americanos:

“Eu sempre posso dizer quão experiente e perspicaz é um consultor, banqueiro ou advogado em perspectiva pela qualidade de suas perguntas e quão intensamente eles escutam.”

As boas perguntas geralmente são mais poderosas do que as respostas. Na história temos grandes exemplos como Sócrates e Jesus, que faziam perguntas de grande efeito, que geravam grandes reflexões e transformações nas pessoas.

4º- e último, mas não menos importante: Seja um bom ouvinte.

Você com certeza já ouviu sobre pessoas que falam demais. Mas você nunca ouviu a respeito de alguém que escuta demais. As pessoas gostam de falar de si, dos seus problemas, de como sua vida está incrível, ou não. Aproveite para reter o máximo de informações a seu favor.

E como falei no início: assim como toda habilidade precisa ser sempre praticada e lapidada. Vamos continuar cometendo falhas, afinal somos seres humanos. Mas tenho certeza que agora você vai saber agir de forma mais rápida.

Sucesso e até breve!

Total
36
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!