O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
Realidade virtual na engenharia

Metaverso: A nova realidade

O mundo se encontra em uma mudança frenética. A união entre real e virtual esta cada vez mais próxima. E a única opção possível é se preparar para as inovações e realidades futuristas que estão por vir.

Desde os anos de 1965 o mundo se encontra em uma frenética mudança devido a internet. São novas tecnologias surgindo constantemente, troca de informações de forma instantânea, distâncias encurtadas e o acesso de tudo ao alcance das mão. O ano de 2021 foi encerrado com uma palavra-chave que é Metaverso. Será que alguém que nasceu até a década de 30 acreditaria que isso seria possível? Na primeira metade do século passado o normal era enviar cartas, esperar meses para ela chegar e só assim ter noticias de alguém.

Quando começou o Metaverso?

Se não bastasse tudo isso, a união entre mundo real e realidade virtual se torna cada vez mais próxima devido ao Metaverso. Mas esse termo não é novo, o mesmo foi usado pela primeira vez em 1992 pelo autor Neal Stephenson no seu livro Snow Crash. No mesmo, o protagonista se encontrava em um universo criado através da tecnologia, e podia ser acessado através de óculos e fones de ouvido.

No contexto atual, o Metaverso propõe experiências como reuniões onde cada representante esta em um país mas na realidade virtual estarão todos sentados na mesma mesa e seus avatares serão praticamente idênticos as pessoas reais. Outras situações propostas são a experiência de cirurgias remotas, visitar edificações em construção no mundo real mas prontas na realidade virtual. Já imaginou a possibilidade de poder realizar cursos em locais conceituados sem precisar estar presente e ainda ter a experiência completa como se estivesse lá? Estas são apenas algumas propostas possíveis nesse novo mundo.

A popularização do Metaverso foi intensificada devido a pandemia de COVID-19. Momento no qual população precisou ficar em casa portanto se popularizou o home office. Com isso se tornou comum a possibilidade de se fazer presente sem estar fisicamente no local.

Engenharia e Metaverso

O mercado da engenharia tem muito a ganhar com esta nova realidade, e a Roca Brasil Cerámica já entrou nessa. Sendo assim, a empresa sediou um evento na área do Metaverso e criou um espaço onde as pessoas podeam criar seus avatares e transitar por ambientes. Tinha-se a possibilidade de fazer negócios, participar de palestras e conhecer produtos.

Nesse contexto o mercado da engenharia civil se beneficia do Metaverso. Ao invés de apenas a realidade em 3D o cliente poderá realizar uma imersão durante a apresentação de projetos, ter sensações e criar memorias.

No ambiente acadêmico será possível tornar palpável realidade que antes eram conhecidas apenas através de vídeos. Com isso, haverá um ganho significativo para os estudantes que viveram a experiência antes de estarem realmente na no real.

Em um contexto geral, todas as engenharias tem potencial para se beneficiarem com o Metaverso, a união desses dois mundos, real e virtual, é um sonho. A oportunidade de observar pontos de melhoria, prever problemas que poderiam acontecer e visualizar fenômenos de modo tão palpável será importante na melhoria dos processos.

Desse modo o que se pode fazer é buscar se preparar e se atualizar para o novo mundo que vem ai. Estar perto, mesmo estando longe, estar fisicamente mas não no real. Te apresento assim o Metaverso.

Total
22
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese