Categorias

Veículos elétricos: o futuro do setor automobilístico

O fato dos veículos elétricos, conhecidos também como os “veículos verdes”, se mostrarem presentes desde o século XIX, não anula o fato do setor continuar inovando. O mercado norte-americano tem marcado presença no setor desde 1997, após a Toyota fazer um lançamento significativo. Isso se configura uma vez que o governo americano visa manter a segurança energética do país.

Isso se realiza, então, por meio de incentivos aos consumidores e fabricantes de veículos híbridos e puramente veículos elétricos. 

No Brasil, o avanço tecnológico dentro das indústrias automobilísticas tem se mostrado referência, uma vez que a cidade de Goiana em Pernambuco abarca a indústria tecnológica da Stellantis. Assim, a Stellantis é a maior no setor automobilístico na América do Sul e a quarta maior empresa global. Com isso, o mercado local brasileiro se mostra cada vez mais maduro para abarcar a produção em massa de veículos elétricos e híbridos em um futuro próximo.

Diante deste avanço no cenário automobilístico, espera-se o crescimento e o amadurecimento de diversos eixos. A exemplo, se espera a expansão na rede de abastecimento, baterias automotivas mais tecnológicas e uma maior viabilidade econômica e ambiental.

carro
Photo by Michael Marais

Expansão na rede de abastecimento

Por necessitar de pontos de abastecimento elétrico, mostra-se essencial a expansão da rede de carregamento com quantidade, estrutura e tecnologia adequada à expansão. Ao ampliar a rede de pontos de abastecimento em shoppings, hotéis e diversos lugares públicos, surge a preocupação com o aumento do uso da energia elétrica e a sobrecarga no SIN – Sistema Interligado Nacional. 

Uma solução viável apontada para a problemática no parágrafo anterior, é a modernização do setor elétrico. Isso deve ocorrer por meio de legislação que garanta a sua ampliação, como a criação de novas usinas de geração de fontes renováveis. Além, da melhoria nas redes de transmissão e distribuição. 


Hoje, no Brasil, existem mais de 2.800 eletropostos em operação, segundo a ABVE – Associação Brasileira de Veículo Elétrico.

O mercado de veículos leves eletrificados no Brasil entra em 2023 com mais um recorde a comemorar: as vendas de 2022 atingiram 49.245 veículos, ou 41% acima de 2021 (34.990).

segundo a ABVE
white and blue plastic tool
Photo by CHUTTERSNAP

Baterias automotivas

A bateria do veículo elétrico é um acumulador de energia e um ponto chave de decisões a serem tomadas no momento de escolha. Nos últimos anos, as baterias passaram por uma evolução, impactando, por consequência, na autonomia do veículo e na redução do tempo de carga.

As baterias dos carros elétricos possuem algumas particularidades, como possuir uma maior densidade, uma maior potência, ciclo de vida duradouro e uma boa eficiência. Uma boa eficiência neste âmbito significa um bom rendimento. Contudo, o mercado não se satisfaz apenas com estas vantagens na bateria. A marca suíça Innolith AG comunicou o desenvolvimento da bateria com mais densidade. Assim, a mesma aumenta o seu peso e tamanho e pode armazenar mais energia, além de elevar a autonomia até 1.000 km.  (IBERDROLA, 2022)

Viabilidade econômica e ambiental

O governo brasileiro promove um simples incentivo fiscal com a redução da alíquota sobre o imposto de importação de VEs 100% elétricos para 0% (BRASIL, 2015). Ainda, em 2018, se adotou um novo incentivo: o governo anunciou regras sobre o IPI (Imposto sobre Produto Industrializado). Assim, os veículos elétricos e híbridos passaram de 25% a uma variação entre 7% a 20%.

Apenas a viabilidade econômica não sustenta o crescimento dos veículos elétricos, é necessário também uma viabilidade ambiental. Portanto, a transição para uma mobilidade sustentável e para a eletrificação do transporte é uma das chaves para enfrentar as mudanças climáticas e proteger o planeta. Visto que, os carros elétricos, além de ter a vantagem de não emitir o CO2, se tem também um menor uso de uma série de fluídos que podem ser evitados.

Clique aqui e conheça o novo lançamento da RAM 100% elétrico!

Postagens Relacionadas
consulte Mais informação

Todo Dia a Mesma Noite: A tragédia do incêndio da boate Kiss e seu impacto na sociedade

O incêndio na Boate Kiss foi uma tragédia que matou 242 pessoas e feriu 680 outras, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A tragédia ocorreu na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, e foi provocada pela imprudência e pelas más condições de segurança no local.