O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
fireman holding his hand

A Segurança contra Incêndio e o novo normal na pandemia

As edificações estão sendo usados ​​de maneira diferente, e ainda sob ainda mais risco de incêndio

Durante esses últimos treze meses em Santa Catarina e em praticamente em todo o Brasil, nossas edificações estão sendo usadas ​​de maneiras que não estamos acostumados. Este modus operandi aumenta o risco de incêndio e evidencia a nossa negligência com a Engenharia de Segurança contra Incêndio e Pânico.

No entanto a maioria dos hotéis ficam vazios ou cheios de trabalhadores essenciais da saúde, segurança publica entre outros. Os lares de crianças e idosos como asilos e orfanatos estão seguindo ordens restritivas de cuidados e quarentena. As salas de aulas estão trancadas ao longo desse tempo e em algumas instituições e campus até abandonados, esperando que as aulas e os alunos voltem. Os restaurantes têm poucos funcionários trabalhando, tentando atender aos pedidos de comida por delivery, à pronta entrega.

Woman in mask. Coronavirus theme. Lady by the window.

Com esta mudança drástica no estilo de vida que já dura mais de 12 meses e que deve demorar muito até voltarmos a uma vida que se assemelha ao nosso velho normal, faz com que a Engenharia de Segurança contra Incêndios e Pânico seja ainda mais importante e aplicada para salvar vidas.

Contudo na condição de vida do passado, temos outros artigos e posts no Instagram sobre esses tipos de edificações e os perigos de incêndio que eles enfrentam em circunstâncias de utilização normais. Mas, como não estamos vivendo em circunstâncias normais, existem alguns cuidados e precauções antigas que precisam ser revisadas e algumas novas que precisam ser ponderadas a respeito da prevenção de incêndios.

Confira nossos posts sobre Engenharia de Segurança e Prevenção de Incendio, clique aqui: https://www.instagram.com/darlessandroribeiro/

Hotéis e pousadas

Como hotéis e motéis estão abrigando trabalhadores essenciais da saúde, estão agora enfrentando novas preocupações com a segurança e a saúde dos hospedes.

Para que as inspeções de segurança contra incêndio e pânico possam ser realizadas, tanto a equipe de manutenção do hotel quanto uma equipe de empresa terceirizada de segurança contra incêndio e pânico têm que passar por muitos desafios e obstáculos para conseguirem fazer as inspeções.

Com isso os ambientes como salas, os corredores e os elevadores precisam ser preparados e liberados, precisam ser esvaziados e os equipamentos de proteção individual (EPI) são indispensáveis e necessários para todas as pessoas envolvidas nas inspeções.

Por outro lado, os hotéis e motéis que não estão sendo utilizados e ocupados por estes profissionais ​​ficam vazios. Essa situação contribui para um conjunto diferente de questões de segurança contra incêndio e pânico.

Embora não tenham pessoas para principiar e iniciar incêndios acidentalmente, edifícios vazios levam a confiar plenamente em seu sistema de alarme de incêndio e também nos sistemas de extinção de incêndios para alertar e controlar o incêndio em 100%.

Todavia essa condição inclusive é o porquê deles existirem e a razão pela qual eles salvam vidas, mas para que você tenha a tranquilidade e a certeza de que eles atuarão e funcionarão corretamente e salvarão vidas e o patrimônio, estes sistemas precisam ser inspecionados por profissionais capacitados e habilitados para garantir que estão em boas condições de funcionamento.

Asilos e lares para idosos

Neste momento os asilos e lares de idosos têm tido seus próprios desafios durante esse período de pandemia. Estes estabelecimentos já estão repletos de pessoas com restrição de mobilidade e alguns até com problemas de saúde, mas agora nestes tempos que estamos vivendo essas pessoas estão trancadas e sem visitas.

Em caso de incêndio nestes locais, os funcionários e trabalhadores essenciais dessas edificações precisam ter um plano de evacuação consistente e bem planejado, estruturado para retirar todos os residentes de forma rápida e segura, para preservar a saúde e a vida de todos os envolvidos.

Para este tipo de estabelecimento, além das instalações de prevenção e combate a incêndio em dia e em perfeito funcionamento o plano de atendimento a emergência e evacuação de área é muito importante.

Bares e restaurantes

De acordo com a NFPA – National Fire Protection Standards, nos Estados Unidos 61% dos incêndios ocorridos a cada ano em restaurantes e bares são causados ​​por equipamentos de cozinha.

Contudo estes tipos de sinistros e incêndios são recorrentes também aqui no Brasil e causam a maioria dos danos materiais. Portanto, mesmo sem clientes em bares e restaurantes devido as restrições impostas pela pandemia e quarentena, os estabelecimentos de alimentação e bebidas ainda correm grande risco de incêndio.

Certifique-se de que os equipamentos do seu estabelecimento estejam sendo mantido limpo e que não haja problemas na instalação elétrica ou possibilidade de eles ocorrerem eliminando adaptadores e “gambiarras”. Também é importante que o sistema de exaustão da cozinha, quando existente, seja inspecionado regularmente, poia isso ajudará a garantir que funcionará corretamente em caso de incêndio.

Escolas, colégios e universidades

Vale a pena ressaltar que em condições e circunstâncias normais, desde logo é importante garantir que se faça exercícios de evacuação de área regularmente nas escolas. Essa prática garantiria que os alunos, professores e demais usuários destas edificações saibam o que fazer em caso de incêndio e emergências.

Porém, como as escolas, colégios e os campus universitários estão fechados e praticamente sem uso, é de extrema importante que os funcionários da manutenção tenham um plano de inspeção do sistema de segurança contra incêndio e pânico e tenham também um plano de evacuação em caso de incêndio.

Todavia como especialista em Engenharia de Segurança contra Incêndio e Pânico, também sabemos como pode ser difícil agendar inspeções durante o ano letivo, com as aulas em pleno funcionamento.

Portanto, uma vez que grande parte das escolas e universidades estão programando o retorno e início do ano letivo, agora seria um bom momento para fazer suas inspeções e manutenções dos sistemas preventivos de segurança contra incêndio. E aí, será nossos prédios educacionais estão preparados quando seus prédios puderem receber seus alunos novamente?

Conclusão 

Os tempos atuais são uma ótima chance para se analisar práticas do passado e uma grande oportunidade para lembrar de seguir todas as precauções de segurança contra incêndio e pânico de nossas edificações, sejam elas públicas ou privadas, grandes ou pequenas e realizar as inspeções e manutenções regularmente para garantir que o sistema de preventivo de incêndio irá funcionar adequadamente e proteger sua propriedade em caso de um principio de incêndio se um ocorrer.

Saiba mais sobre Engenharia de Segurança do Trabalho na pandemia clicando aqui!

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese