O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
construção

Construção de tanques na aquicultura!

Um dos pontos mais importantes a considerar ao iniciar a produção de organismos aquáticos é a seleção de tanques adequados para a produção, é o que vai determina o sucesso. É sobre essa escolha que vou falar hoje!

O produtor possui inúmeras opções de tanques no mercado. No entanto, como qualquer outro produto, tem seus pontos fortes e fracos. Por isso, é importante que o produtor tenha um especialista para garantir que a sua escolha esteja correta. 

Tanque X viveiro

Mas antes de explicar as opções de tanques, precisamos distinguir entre tanques e viveiro.

O viveiro tem mais semelhança com o ambiente natural, tem um sistema de abastecimento de água e drenagem que permite encher e esvaziar o tanque em muito pouco tempo. Você pode pensar nas formas mais fiéis de habitat aquático.

No entanto, o tanque é revestido com algo menor que a estrutura da lagoa, e o abastecimento é sempre escoado, ou seja, por uma nascente, canal ou bomba.

Tanques na Indonésia – Foto de Tom Fisk

Tipos de tanques 

Agora que já sabemos diferenciar viveiros de tanques, vou listar os principais tipos de tanques usados na aquicultura. Ressaltando que esses tipos de tanques não são usados apenas na piscicultura, mas em outras modalidades da aquicultura. 

Tanques escavados

Esse tipo de tanque é mais comum, principalmente no sul do Brasil. Como o nome sugere, as escavações estão sendo realizadas. É uma das formas mais naturais dos organismos aquáticos que ali vivem recriarem o meio ambiente. Outra característica que chama a atenção é a sua simplicidade, que exige menor investimento inicial.

Tanques elevados

Na aquicultura, as lagoas elevadas estão aumentando. Consistem em montagem em superfície, considerada relativamente fácil de instalar, mas com alto investimento inicial. Outro ponto interessante é que utiliza um sistema hidráulico dedicado para reduzir o consumo de água e evitar o contato com outras substâncias.

Tanque-rede 

Os tanques de malha ou rede vêm em uma variedade de formas e tamanhos e consistem em malhas e telas que permitem que a água circule livremente. Este método de fabricação pode ser instalado usando estacas fixas em um ambiente aquático flutuante onde o nível da água oscila periodicamente ou em um ambiente onde o nível da água não oscila.


A tanques-rede é uma das formas de trazer bons benefícios econômicos aos produtores sem o grande investimento exigido por outros métodos.

Formatos

Os formatos também afetam a produção, por isso os produtores também precisam conhecê-los. As formas quadradas e retangulares são usadas principalmente para facilitar a produção de peixes e a gestão da propriedade e também são recomendadas para quem deseja criar várias espécies juntas.


Em formato circular é caracterizado pela constante circulação (semelhante a correnteza) e renovação da água.

Construção de tanques – Foto de ThisIsEngineering

O que deve saber antes de construir? 

O recomendado é sempre procurar um profissional para auxiliar nos detalhes que são imprescindíveis. Mas para você caro leitor e leitora, aqui vai algumas dicas extras para começar a pensar no seu projeto.  

Recursos hídricos 

Todos nós sabemos que o habitat de organismos aquáticos é a água, com isso sempre devemos estar atentos a qualidade e disponibilidade de água. Sempre verificando se existe quantidades suficiente para implementação do projeto, verificar origem da água, vazão, propriedades físico-químicas e biológicas. 

Topografia 

A topografia é essencial para a construção do viveiro. É necessário aproveitar ao máximo o terreno do terreno selecionado para construir o tanque para que o tanque fique mais estável e infiltrado. 

Solo 

Solo com baixa permeabilidade e alta argila é ideal para a construção de tanques. Solos arenosos e pedregosos devem ser evitados, pois permitem maior infiltração e geram maior consumo de água. 

Por fim, antes do processo, o produtor precisa certificar-se de que o local está sujeito a uma licença ambiental. Este é atualmente um dos pontos mais controversos da aquicultura (tópico de outro artigo rsrs).

Este tópico é uma página longa, mas este artigo apresentou os pontos a serem considerados na construção de tanques e viveiros na aquicultura.


Despertou curiosidade de assuntos relacionados a aquicultura e quer em seu Instagram? Clique aqui e confira!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese