O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Descubra como os navios são lançados na água

Você já deve ter se perguntado como os gigantes dos mares flutuam pelos mares. Mas já se perguntou como ocorre o lançamento de um navio na água?

Lançamento é o nome que damos para o evento em que o navio encontra a água após seu período construtivo. Há diversas formas de realizar o lançamento de uma embarcação, a depender das características e estratégias do estaleiro, limitações do local de lançamento e restrições do navio.

Todos os tipos de lançamento possuem riscos e nem sempre dão certo. Neste momento é fundamental a análise de um profissional qualificado e experiente. Veja na sequência as possibilidades de laçar um navio na água.

LANÇAMENTO LATERAL

Lançamento Lateral

O lançamento lateral consiste em deslizar a embarcação sob trilhos inclinados na direção da água. Parece simples, mas na verdade não é.

Apesar de ser uma das formas mais utilizadas devido exigir menor espaço físico, esta forma de lançamento é uma das formas que mais exige do projeto de estabilidade, estrutural e da execução da embarcação.

Ao lançar um navio lateralmente, forças de resistência da água são impostas no seu casco, fazendo com que a embarcação realize um movimento de pêndulo até alcançar sua nova estabilidade. Para que esta nova estabilidade se estabeleça, os pesos da embarcação devem estar distribuídos na embarcação conforme seu projeto.

No entanto, nem sempre a execução da construção segue o projeto, podendo ocorrer desvios de pesos e centros, tornando o navio diferente do que seus parâmetros de projeto, consequentemente, não performando no lançamento como era esperado.

Veja abaixo exemplos de lançamentos laterais que não ocorreram conforme o planejado.

LANÇAMENTO DE POPA

Popa é como é chamada a parte de trás da embarcação, onde ficam leme(s) e hélice(s). Nesta forma de lançamento, o navio também desliza sobre uma superfície inclinada (como no lançamento lateral), porém, desliza na direção de seu comprimento.

Em suma, há duas formas de lançamento de popa:

1. Lançamento na carreira

Carreira é o nome que se dá a estrutura de trilhos sob a qual o navio é construído. O lançamento de popa com carreira é uma das formas mais antigas de realizar lançamento de um navio. Nesta maneira, o navio é construído diretamente em cima da carreira e é suportado por cabos de aço para que não deslize. Após concluir a construção da embarcação, estes cabos são soltos, fazendo com que o não deslize até a água.

Esta forma de lançamento exige que o local tenha profundidade necessária para o navio não bata seu hélice no fundo, ficando encalhado ou danificando sua estrutura.

2. Lançamento com airbags

Esta forma é um das mais versáteis por não exigir que o estaleiro possua uma estrutura específica para realizar o lançamento. Além de permitir que navio permaneça sobre as bases em que foram construídos durante a preparação para utilização dos airbags.

Estes bolsões são posicionados estrategicamente abaixo da embarcação, e então preenchidos com ar. Ao ganhar volume, o navio fica totalmente suportado por estes airbags, precisando apenas de uma tração externa (podendo ser um trator ou rebocador) para retirá-lo da sua inércia e poder deslizar até a água.

DIQUE SECO

Dique seco não se trata de uma forma de lançamento, mas sim o local em que uma embarcação pode ser construída. Este local fica abaixo do nível d’água, com paredes estanques que retém a entrada de água.

Quando a embarcação é finalizada, as contenções de água são liberada, fazendo com o que o compartimento seja alagado até que embarcação ganhe sustentação e flutue. Para a embarcação, esta é uma das formas com menor impacto estrutural.

DIQUE FLUTUANTE

Dique Flutuante

Similar á utilização de um dique seco, o dique flutuante é uma grande estrutura que conta com tanques de lastro e bombas potentes e também proporciona um lançamento seguro à embarcação.

Para colocar a embarcação na água, a água é bombeada para os grandes tanques, fazendo com que o dique ganhe peso e afunde lentamente, com isso, a água alaga o grande compartimento até dar flutuação ao navio e se estabilizar na água.

GOSTOU DO CONTEÚDO? VEJA MAIS SOBRE:

Como um navio é capaz de quebrar gelo?

É possível construir um navio de concreto?

Total
2
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese