O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Instituto SENAI utiliza simulação para desenvolvimento de robô pintor

Uso de ferramentas CAD e de simulação estratégica reduziram em 50% o tempo de pintura de navios e plataformas.

Você já se perguntou “como um navio é pintado”? A resposta pode ser relativamente simples: com Engenharia, é claro!

Hoje, vamos apresentar um pouco do projeto realizado pelo Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura de Joinville/SC em parceria com a Petrobras. Com o uso da ferramenta CAD e de simulação SOLIDWORKS, foi desenvolvido e patenteado um robô autônomo para pintar áreas planas de navios e plataformas.

A tecnologia, pioneira no mundo, revoluciona a indústria de aplicação de pintura em grandes superfícies, tendo como principais ganhos o aumento da produtividade e a diminuição da exposição humana ao risco.

Acompanhe abaixo a entrevista realizada pela SKA, maior revenda da SOLIDWORKS na América Latina, com o Instituto SENAI:

Soluções disruptivas para a indústria

O Instituto SENAI de Inovação de Joinville, inaugurado em 2014, utiliza os conceitos de manufatura avançada para o desenvolvimento de protótipos de máquinas e produtos de bens de consumo. Os projetos surgem como demandas da indústria, sendo desenvolvidos com o objetivo de se obter mais eficiência, modernidade e produtividade nas mais diversas áreas.

O projeto do robô de pintura teve seu início no ano de 2015, nascendo da problemática trazida pela Petrobras para a manutenção das plataformas de petróleo em offshore, envolvendo os altos custos, o tempo demandado e, principalmente, o risco dos operadores que realizavam este trabalho de forma manual.

Ganhos obtidos com a simulação

A partir desta necessidade da indústria, o SENAI desenvolveu o robô de cabos também conhecido como RDC-R, que substitui a aplicação humana nas áreas de risco. Além deste, que pode ser considerado o principal ganho que a tecnologia trouxe, também existe a redução no tempo de pintura que passou de 6 para 3 meses com o uso do robô de pintura.

Para a realização do projeto, foram utilizadas as ferramentas SOLIDWORKS CAD e SOLIDWORKS Simulation, que, além de possuir uma interface intuitiva e de fácil operação, permitem o controle de revisões do projeto e a operação por múltiplos usuários – fator importante em um projeto desta proporção, que contou com a participação de uma grande equipe envolvida.

Segurança e confiabilidade

Com a variedade de ferramentas presentes no SOLIDWORKS Simulation, a equipe de projetos do Instituto SENAI conseguiu modelar componentes, criar montagens, fazer simulações, detalhar as peças e gerar arquivos utilizados na fabricação. Isto fez com que houvesse uma redução no tempo de projeto, nos erros de fabricação e montagem e, consequentemente, um aumento da sua confiabilidade e na velocidade do processo de desenvolvimento.

Todo o projeto nasceu dentro da ferramenta, desde as etapas de criação do conceito do projeto, passando pelo detalhamento, documentação para montagem e até revisões.

“O pacote de simulação do SOLIDWORKS auxiliou na diminuição do tempo e dos custos de desenvolvimento do projeto, visto que proporcionou que a equipe realizasse ajustes antes mesmo que protótipos físicos fossem gerados, além da possibilidade de simulações estruturais de componentes críticos a fim de garantir a segurança e a confiabilidade da operação”.

Segundo Ismael Secco, coordenador do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura,

A SKA se propõe a construir, junto do cliente, a solução que melhor se encaixa com o seu objetivo. Os especialistas da SKA avaliam quais as necessidades da empresa para definir a melhor solução. Quer saber como as ferramentas CAD e de simulação podem potencializar os ganhos da sua empresa? Conheça o serviço de simulação estratégica da SKA clicando aqui.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese