BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Agroglifos: O que são e quais as possíveis explicações!

No mês de Outubro de 2022, formas geométricas apareceram em uma plantação de trigo em Ipuaçu – SC, Brasil.

Agroglifos são formas geométricas encontradas em plantações, sendo elas feitas pelos donos das terras ou por forças extraterrestres. Esses desenhos misteriosos, despertaram a curiosidades de muita gente no mês de Outubro! Seriam elas, uma forma de comunicação com outras vidas inteligentes? Uma anomalia natural? Uma falsificação? Aqui, tentarei sanar algumas dúvidas quanto a essa “Obra misteriosa”.

O que são Agroglifos Gui?

São formas geométricas encontradas em área rural, em grande parte em plantações de grãos. Geralmente são formações de tamanho considerável, criadas por meio do achatamento das plantas do dossel vegetativo. Estas marcas em plantações, normalmente são complexas e nem sempre apresentam uma só forma. Sendo elas associadas a seres inteligentes, já que são os únicos rastros deixados, de fora de nosso planeta.

Tiago Kosinski / Arquivo Pessoal

O que aconteceu em Santa Catarina?

No último dia 04 de setembro de 2022, o agricultor Sérgio Girotto, foi avisado pela manhã, sobre as formas em sua propriedade. E não é a primeira vez que isso ocorreu na propriedade, já que em 2016, em sua plantação apareceram marcas misteriosas, e por sorte conseguiu colher seu trigo normalmente.

A marca vista então no dia 04, tem formatos variados, com círculos, pentagrama e triângulo, em uma área que compreende cerca de 700 m2.

O que está sendo dito?

“O que me chamou a atenção é que o trigo está todo deitado, não quebrado ou amassado, e toda ela está deitada para a mesma direção. No ciclo central, o trigo está deitado formando uma espiral”.

 Luiz Prestes Junior, Ufólogo há mais de 20 anos e membro do Grupo de Pesquisa Ufológica de Santa Catarina.

Ele esteve no local, fez diversas avaliações para tentar entender o ocorrido, como por exemplo, medir a estrutura e fazer alguns testes para checar o nível de radiação e de pulsões eletromagnéticas. O pesquisador procurou por pegadas ou outros indícios que pudessem indicar ação humana no local, e não encontrou nada anormal, somente no centro do círculo central, onde este apresentava alto índice eletromagnético.

“Qualquer cultura pode ser amassada, mas a grande pergunta que fica é: por que que ali não tem um carreiro. Provavelmente foi uma ação humana a pé. Se pensar em um rolo de macarrão e aumentar o tamanho, você consegue carregar esse instrumento até a área e fazer a marcação”.

Servidor da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Sydney Kavalco.

“Hoje, nos deparamos pela segunda vez na nossa propriedade. A gente estava tomando café e vimos esses negócios misteriosos que a gente não sabe explicar de onde vêm”.

O dono da propriedade, Sérgio Girotto.

A verdade

Sem querer estragar o mistério, provavelmente as marcas são feitas por seres humanos. Mas como assim? Pois, há relatos desde a idade média de agroglifos, sendo feitas do achatamento da plantação. Como aponta o GZH, em 1991, dois artistas clamaram a autoria dos desenhos feitos em 1980. A um jornal britânico, os amigos Doug Bower e Dave Chorley revelaram ter feito mais de 200 deles na última década, usando tábuas e pedaços de cordas. As tábuas eram usadas para amassar a plantação, enquanto as cordas asseguram que os movimentos sejam mais precisos, para deixar imagens mais bonitas.

Sendo que, um ano depois de toda a repercussão e mobilização de publico aos locais, foi organizado no país um concurso de círculos nas colheitas. A competição contou com o apoio dos jornais The Guardian e The Cerealogist, além de uma revista científica alemã.

“O experimento foi conclusivo. Os humanos podiam de fato criar todos os padrões presentes nos círculos de colheita da época; 11 dos 12 times conseguiram formações razoavelmente impressionantes que seguiam o design proposto”.

Organizadores da competição em uma publicação de 2010. Fonte: GZH.

Agora o que pode ser uma jogada de marketing: desde que o primeiro agroglifo foi encontrado em 2008, a cidade de pouco mais de 7 mil habitantes se tornou destino de ufólogos, que atribuem as gravuras à atividade de seres extraterrestres. Segundo a prefeitura, Ipuaçu ficou conhecida como a “cidade dos ETs”. Seria uma marketing voltado para o turismo? Provavelmente.

Minha opinião como técnico e Futuro Engenheiro

Tudo isso não passa de uma jogada turística para atrair visitantes. Seja pensada pelos donos das propriedades, prefeituras e até mesmos pessoas externas, onde por exemplo alguém que queria o tema esteja em alta. Não estou afirmando que o dono fez, até por que, nada impede que alguém possa ter invadido a propriedade e feito as marcas na madrugada ou na ausência dos funcionários e donos.

Que provavelmente foram feitas a pé, com auxilio de uma tora ou tronco arrastado, visto que a vegetação está acamada, como uma espécie de varredura, sendo assim as marcas de pegadas tapadas pela vegetação e de baixa pressão para marcas. Além disso, não parece que algo foi esmagado do sentido de cima para baixo, já que não apresenta torções para diferentes direções.

Para quem não credita que possa ser feita a pé, proponho que podem ser geradas até com auxílio de um “chupa-cabra”, uma máquina agrícola muito utilizada na rizicultura catarinense, que tem suas rodas finas. E e nela, um tronco amarrado alisando a vegetação. Outra coisa, é que é comum a prática do alisamento da terra, etapa que compreende a preparação da área para plantio do arroz irrigado e que pode ser feita com auxilio de toras.

Chupa-cabra, autor descomhecido.

Provavelmente não são causas naturais, como algum tipo de carga genética da semente de trigo, já que as formas não são naturais. E nem se deve a vento, já que as imagens seguem uma espécie de padrão. Abaixo uma foto de acamamento por efeito do vento, para comparação.

Agroglifos

Elevagro
Acamamento na cultura da aveia branca

É descartada a autoria de pragas e doenças, já que nas análises feitas não foram vistas pragas e doenças anormais e que seguem esse padrão.

Mas e você, acha que pode ser um sinal deixado por OVINIS? Uma espécie de marco geográfico? Uma coincidência natural? Uma jogada de marketing?

Acho que o vídeo a seguir, mostra a possível causa das marcas! Ou seja, a criatura por seu porte pequeno acaba passando despercebida, e ainda conta com uma força grande na mandíbula, capaz de arrancar um pé de milho, além de suas patas pequenas deixando sem rastros! Brincadeira hein rsrsrsrs!

O que você acha que pode ter ocorrido? Você acredita que pode realmente ser algo/sinal de outros planetas e vidas? Ou acha que realmente é algo montado para atração de público?

Total
1
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!