O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Fármacos: cada reação resulta em uma ação

Os fármacos possuem um papel importante na sociedade. Essa é definida como a principal substância que compõe a formulação de um medicamento, ou seja, o princípio ativo do medicamento.

Entretanto, apesar dos fármacos possuírem funções terapêuticas, estes podem causar reações adversas apresentando efeitos colaterais na pessoa que lhe faz o uso.

Além disso, já ouviram a frase ?

A diferença entre o remédio e o veneno está na dose

A palavra fármaco vem do grego “pharmakon” que significa tanto remédio como veneno.

fármacos:remédio ou veneno

Então, vamos conhecer a origem de algumas formulações?

A indústria farmacêutica e a origem dos fármacos

A indústria farmacêutica tem como objetivo o desenvolvimento de medicamentos que, como dito anteriormente, tem como princípio ativo os fármacos.

Durante esse desenvolvimento, é sabido o que deseja-se tratar para que possa ter uma base de qual composto químico será necessário, a origem de onde será extraída esses compostos, seus efeitos e, posteriormente, qual será a forma de administração.

Por exemplo, os fármacos podem ter origem animal como o captopril , vegetal como a quercetina, ou artificial quando a molécula é sintetizada em laboratórios como os esteróides anabolizantes.

Ainda, considera-se os efeitos que podem ser causados por esses compostos, por exemplo: terapêuticos, colaterais, tóxico, local, sistêmicos, dentre outros.

Por fim, as formas de administração podem ser orais, intravenosas, intramusculares. Outrossim, podem ser formulados xaropes, cremes, géis, etc.

apresentação de fármacos
Fonte: @farmaceuticodigital

Apesar de termos fármacos de variadas origens, a forma sintética é a que possui maior relevância na indústria farmacêutica.

Vamos conhecer algumas rotas sintéticas?

Síntese de fármacos

Os fármacos podem ser obtidos em duas escalas.

Primeira, é a escala laboratorial ou de bancada, onde são definidas a rota sintética e estuda-se o perfil farmacológico da droga. Por sua vez, utiliza-se pequenas quantidades de insumo.

Depois disso, temos a escala semi-industrial, que já é uma produção em maior escala. Sendo assim, o material a ser utilizado é maior.

Síntese da aspirina

Com certeza você já ouviu falar, já utilizou ou soube de alguém que faz uso. Esse fármaco também é conhecido como AAS ( Ácido Acetil Salicílico). Um dos medicamentos mais consumidos e comercializados no mundo devido seu poder anti-inflamatório.

Atualmente, esse fármaco é sintetizado a partir da reação catalisada por ácido entre a o ácido salicílico e o anidrido acético.

Síntese AAS
Síntese do Ácido Acetil Salicílico

Como resultado dessa reação, acetilação do Ácido Salicílico, obtemos o AAS.

A querida cloroquina

Muito se ouviu falar da cloroquina no ano de 2020 né? Não gostaria de saber como é obtida? Sua história?

Sobretudo, a cloroquina surgiu durante a segunda grande guerra onde as tropas estavam sofrendo grandes baixas devido à malária. 

Fazendo uma retrospectiva na história, o fármaco conhecido como quinina, um alcalóide quinolínico (metabólito), foi o primeiro a ser empregado contra essa doença e era obtido através de árvores do gênero Cinchona

Contudo, diversas plantações na Europa acabaram se tornando campos de batalha. Diante disso, foi estimulado a síntese da quinina.

Posteriormente, tivemos o surgimento da cloroquina através de estudos na época, demonstrando que diversos compostos desta mesma classe tinham efeito terapêutico contra a malária. 

A intenção não é abordar os mecanismos de reação , mas vamos conhecer as etapas.

  1. Condensação da anilina com o dietil-2-cetobutirato obtendo a imina;
  2. O aquecimento na presença do NaOH  gera um intermediário ácido;
  3. Aquecimento na presença de oxicloreto de fósforo promovendo a descarboxilação e conversão do enol;
  4. Por fim, uma reação de substituição nucleofílica aromática por uma amina primária.
 sintesis de cloroquina
Rota sintética da cloroquina.

Voilà ! Temos a cloroquina.

Sildenafil

O sildenafil, mais popularmente conhecido como viagra, possui efeitos terapêuticos no tratamento da disfunção erétil. Seu mecanismo de ação atua diretamente na inibição da enzima PDE5 promovendo um aumento do fluxo sanguíneo nos corpos cavernosos.

fármaco: viagra

A síntese deste medicamento utiliza-se de diversos solventes e passam por diversos intermediários a cada reação. 

Não se assustem! Mas, a título de curiosidade, são 9 etapas reacionais até a obtenção do Viagra.

Conclusão

Como puderam ver, nada como um “pouco” de conhecimento de química orgânica para conhecer um medicamento. 

pessoas rindo

Ainda, viram que as rotas sintéticas dos fármacos podem ser um tanto extensas e complexas, a depender do fármaco a ser obtido e qual matéria prima a ser utilizada.

Além disso, antes de chegar até o consumo, os medicamentos passam por diversas outras etapas na indústria farmacêutica, por exemplo: controle de qualidade, estudo da meia vida, encapsulamento, dentre outros.

Temos que tomar atenção sobre a automedicação. Quando tiverem curiosidade, pegue algum medicamento que você esteja fazendo uso. 

Atenção na utilização de fármacos

Deem uma olhada na bula e veja quantos efeitos adversos podem ser gerados quando utiliza-se fármacos inadvertidamente. Alguns chegam a ser assustadores.

Em resumo,

O uso de medicamentos pode trazer riscos. Procure um médico ou um farmacêutico. Leia a bula! Ao persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado!

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese