BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
woman doing research while holding equipment

Inédito: Homem recebe coração de suíno em transplante

Era vida ou morte, pois sem o procedimento o paciente morreria. Foi um sucesso, o paciente segue estável e sendo monitorado. E a engenharia?

Médicos da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, conseguiram fazer, pela primeira vez na história, transplantar um coração de suíno para um humano vivo. E o que isso tem em relação com Engenharia? Continue lendo que durante o artigo eu te falo.

Contexto

A cirurgia durou 8 horas e o órgão veio de um animal geneticamente modificado, para não apresentar nada que causasse rejeição no paciente e que encaixasse com poucos ajustes.

David Bennett (paciente de quase 60 anos) sofre de doença terminal e morreria sem o procedimento. David decidiu apostar no transplante, mesmo sabendo dos risco do tratamento experimental.

“Eu quero viver. Sei que é um tiro no escuro, mas é minha última chance”.

David Bennett.

Segundo os médicos, o órgão está funcionando dentro do esperado fazendo seu trabalho com ajuda de aparelhos que devem ser desligados nos próximos dias. O paciente segue monitorado. Se tudo ocorrer bem, este tipo de transplante pode ser algo comum, acabando com filas e diminuindo o número de mortes por espera em filas de órgãos.

“Está funcionando e parece normal. Estamos muito animados, mas não sabemos o que o amanhã vai trazer. Isso nunca foi feito antes”.

Bartley Griffith, diretor do programa de transplante da Universidade, em entrevista ao jornal The New York Times.

E a engenharia?

Bem, basicamente posso citar duas: Engenharia de Materiais e Engenharia Agronômica.

Atualmente já se estuda diversos tipos de materiais e compostos para sintetizar órgãos humanos, apesar de parecer utópico ainda, uma noticia como essa sem dúvidas brilha aos olhos de pesquisadores para uma descoberta que possibilite uma maior fabricação e uma não dependência animal. E ai engenheiro de materiais você será o grande descobridor?

Primeiro caso de transgenia em humanos?

Transgênico: Todo transgênico é um organismo geneticamente modificados que recebeu pelo menos um/ou mais genes de outro ser vivo pertencente a uma espécie diferente. 

Essa noticia do transplante para Engenheiros Agrônomos deixa uma pulga atrás da orelha: Transgenia. Qual a nova visão desse método utilizado em produção de diversas cultura e que muitas vezes atualmente ,essa tecnologia tão criticada pela sociedade, é utilizada em quase 100% das grandes culturas.

Outro ponto importante é que a criação de animais para fins de produção de órgãos, que agora pode vir se tornar realidade caso ocorra tudo bem. Uma noticia que faz mexer na cabeça dos profissionais são que: Cientistas criam suínos com órgãos para transplante em humanos: pesquisadores de Harvard usaram controversa tecnologia de engenharia genética para clonar leitões livres de vírus.

Pesquisadores de uma companhia do estado americano de Massachussets que buscam tornar órgãos de suínos seguros o suficiente para serem implantados em seres humanos, um avanço científico que poderia ter benefícios significativos para quem precisa de transplantes de órgãos. Transplantes de suínos, cujos órgãos têm tamanhos similares aos dos seres humanos, poderiam significar uma alternativa de salvar vidas. Uma redução no número de órgãos humanos disponíveis levou cientistas a estudarem a possibilidade de “animais doadores” para acabar com a falta de oferta.

Metropoles.

Ainda se tem diversas perguntas, como por exemplo: Como são criados esses animais? A genética desses animais ficará limitada ou será aberta (transformando em um novo mercado). Será que se terá eficiência ao longo do tempo? Até onde grandes industrias de criação de suínos entram nesse ramo? Vamos ver parcerias entre Grandes industrias de Farmacêuticas e De criação de animais? Bem, só o tempo dirá.

Continue lendo!

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!