BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

E agora? Faculdade longe de casa, como me manter?

Sair do ensino médio e passar no vestibular ainda é uma sensação incrível para muitos. Este é o momento em que você fará escolhas importantes e partirá para conquistar sua independência, principalmente se tiver a necessidade de se mudar para outra cidade. Com as facilidades do SISU, hoje é possível um estudante se candidatar a uma vaga em qualquer universidade do País. Isso aumenta o leque de opções e oportunidades para estudar em outros lugares.

As vantagens de fazer faculdade fora da cidade são inúmeras, principalmente relacionadas ao crescimento pessoal, novas experiências e ampliação das possibilidades de carreira. Mas sabemos que nem tudo são flores, principalmente se você não tem condições financeiras de morar em outra cidade e não tem tempo para trabalhar, já que a maioria dos cursos em universidades públicas são de período integral. Mas tenha calma, que esse artigo irá te ajudar a solucionar parte desse empecilho.

Como evitar adoecimentos nas universidades | Saúde Mental na Escola | Eu  Estudante

Assistência Estudantil

Você já ouviu falar em assistência estudantil universitária? Na prática, trata-se de um departamento que visa contribuir para a formação acadêmica e profissional de alunos em situação socioeconômica desfavorecida.

Para quem quer morar longe de casa, mas não tem condições de se manter na cidade, esse é um item essencial para se preocupar.
Por exemplo, na UFMT: se você comprovar que sua família tem até o limite de renda per capita que eles exigem, eles fornecem uma bolsa permanência de R$ 400,00, um auxílio-moradia de R$ 400,00 e gratuidade no refeitório da universidade.

Os valores das bolsas e os métodos para obtê-las variam de acordo com cada universidade. É por isso que é importante ler os editais das faculdades para as quais você pretende se candidatar, para não sair prejudicado(a). Esse é o tópico mais importante para quem não consegue se manter fora de casa e quer estudar nos cursos dos sonhos que só tem longe da cidade natal.
Então a dica essencial é ir no Google e pesquisar: assistência estudantil na “universidade tal” e descobrir como funciona os auxílios estudantis nesta faculdade de seu interesse.

Monitoria

Se você se destacar em alguma disciplina ao longo do curso, ter interesse de estar ensinando essa disciplina no próximo semestre para os colegas que tenham dificuldade e geralmente ganhando uma bolsa monitoria de R$ 400,00, talvez essa atuação e renda extra seja para você.

Em suma, os monitores são alunos responsáveis ​​por apoiar a dinâmica de ensino e aprendizagem da disciplina.
Aqui estão alguns dos principais atividades dos monitores: Tirar dúvidas dos alunos; orientar os alunos através de atividades sugeridas; participar de trabalhos e estudos em grupo; Interagir com o professor para mostrar o andamento da aula e conhecer as rotinas acadêmicas do corpo docente.

Monitoria Acadêmica: O Que É e Como se Tornar um Monitor?

Iniciação científica

A Iniciação Científica é uma modalidade de estudo acadêmico em que um estudante universitário aprofunda sua pesquisa sobre um tema específico de sua escolha.
Os projetos de pesquisa podem ser realizados em diversas áreas do conhecimento e sempre contam com o apoio de um orientador da instituição de ensino. Esse tipo de projeto costuma ser o primeiro contato de um aluno de graduação com a pesquisa acadêmica.
Geralmente os bolsistas de iniciação recebem R$ 400,00. Para quem tem interesse pela área acadêmica, pode ser uma excelente escolha e também uma forma de se ajudar financeiramente.

Projeto de Extensão

Os projetos de extensão são aqueles que ampliam a atuação do campus universitário para além das salas de aula. Em outras palavras, a conexão prática entre o conhecimento científico de ensino e pesquisa e as necessidades da comunidade em que a universidade está inserida.

Como exemplo, cito um projeto em que participei durante a graduação, que tinha a ideia de levar minerais para escolas públicas e ensinar aos alunos onde aqueles minerais eram usados no nosso dia-a-dia.
Geralmente os bolsistas de projetos de extensão também ganham uma bolsa de R$ 400,00.

XX Fórum de Extensão Universitária

Consegui te ajudar?

Essas são uma das maneiras pelas quais acredito que você pode se ajudar financeiramente sem interromper seus estudos. Claro que pode haver obstáculos no pedido de assistência estudantil, mas acredito que se você ler o edital corretamente, se enquadrar nos requisitos e enviar TODOS os documentos exigidos, não há chances de errar, aí você já pode ter uma renda para se sustentar na nova cidade.

Algumas faculdades quando você faz a matrícula por renda baixa, automaticamente você já entra na assistência estudantil, estas são as melhores porque uma vez que você já inscrito, não corre o risco de ocorrer problemas depois de já efetuado a matrícula. Por isso, é importante ficar atento a todos os detalhes.

Entrar em uma faculdade pública muitas vezes não é fácil, e mudar para um novo lugar sozinho é ainda mais difícil, mas as responsabilidades que você ganha nessa mudança fazem você crescer muito.

Experiência de consumo e satisfação do cliente fazem a diferença! - Direito  & Negócios

Espero que esse artigo ajude a todos que venha passar por essa fase. Qualquer dúvida, estou no instagram e no linkedin.
Se gostou, pode estar lendo outros artigos da minha coluna clicando aqui.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
Pericia na Engenharia
Ler Mais

Perito Judicial de Engenharia: conheça mais sobre essa carreira

Todos os engenheiros e agrônomos, formados e ativos no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), têm habilitação para emitir relatórios e laudos técnicos. Entretanto, para atuar como perito é necessário conhecimentos adicionais na área principalmente para entender como funciona o sistema judiciário brasileiro, os direitos e deveres do perito, e a forma correta de direcionamento e apresentação do trabalho. Conheça mais lendo o artigo!
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!