O melhor das engenharias
BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias
black and silver laptop computer beside yellow ceramic mug

O que é um serviço de hospedagem, como contratar um confiável e como isso influencia no tráfego e no lucro de seu site

Antes mesmo de começar a criar um site do zero, é necessário pensar em algumas coisas essenciais para que ele dê certo. A primeira delas é a hospedagem.

A hospedagem, grosso modo e como o nome indica, é o local onde seu site “morará” – um panorama geral sobre serviços de hospedagem pode ser encontrado nesta página. Neles, basicamente, você paga uma quantia por um período – podem ser por planos mensais, anuais ou por períodos pré-determinados. E, assim, essa companhia te dá um espaço onde seu site ficará armazenado.

Ao escolher um plano de hospedagem, você deve optar por diversos recursos que podem fazer diferença no desempenho do seu site. Atualmente, os mais comuns se dividem em dois: os que oferecem espaço fixo para seu site e os do tipo cloud, que podem aumentar ou diminuir os recursos de acordo com a demanda. 

Hospedagem com Espaço Fixo

Esse tipo de hospedagem tende a ser ideal se você tem um site que não precisará de muitas atualizações, consumirá poucos recursos e não terá grande variação de audiência. Um exemplo são as páginas institucionais, que servem mais como um cartão de visita de sua empresa e fazem o meio de campo entre a companhia e os possíveis clientes.

Com isso, você consegue optar por um espaço de hospedagem que não mudará e não terá grandes surpresas em relação à conta mensal. Nessa modalidade, há provedores de hospedagem que são até gratuitos – mas boa parte dos pagos não cobra mais do que R$ 10 ao mês.

De acordo com seus objetivos e com orçamento, pode valer a pena. Entretanto, é necessário pesquisar bem a empresa que oferecerá o serviço antes de fechar o contrato. 

Hospedagem do tipo Cloud

Hospedagem de sites desse tipo são bem mais flexíveis do que as com espaço em disco pré-determinado. É possível, claro, fechar um pacote com diversos recursos pré-estabelecidos em um plano cloud. Entretanto, caso você precise de mais funções por um período, isso é facilmente negociado com a empresa que oferece o serviço.

Como exemplo, pode-se citar um site que vende ingressos de shows. Durante a maior parte do ano, você sabe que terá um público X entrando em sua plataforma e comprando tickets para assistir a algumas apresentações. 

Entretanto, em determinado mês do ano (suponha-se janeiro), há um festival Y, que coincide com as férias escolares e é sucesso de público. Para esse evento, normalmente, o número de pessoas que entra em seu site e adquire ingressos é 10 vezes maior do que no resto do ano.  

É importantíssimo que seu serviço não saia do ar pelo excesso de interessados no evento. Por isso, você precisa de mais recursos do provedor de hospedagem (espaço, memória), mas só durante janeiro. 

Se seu plano é do tipo cloud, consegue contratar esses recursos por tempo determinado. Quando janeiro (e o evento) passar, pode voltar ao que usava anteriormente, sem dor de cabeça.

Fazendo um comparativo mais palpável, a hospedagem do tipo cloud funciona como uma torneira. Se você precisa de mais água, abre mais o registro. Se deseja menos, vai fechando. 

Claro que as explicações acima estão colocadas de forma simplificada. A infraestrutura e o caminho dos dados pela internet é formada por muitos e muitos pontos – e a ideia desse artigo é somente destrinchar o assunto webhosting.

Como escolher um bom serviço de hospedagem

Agora que você já sabe a diferença entre os dois principais tipos de hospedagem, é importante ter em mente como optar por uma boa empresa. A dica, bem genérica e ao mesmo tempo mais eficaz, é simples: pesquise.

Entre em seu buscador favorito e digite o nome da empresa que você pensa em hospedar seu site. Veja as ocorrências e o número de reclamações a respeito do serviço. Analise, também, se a companhia costuma dar retorno aos clientes – e, em caso positivo, se é satisfatória a réplica.

Outro grande aliado para saber se o serviço de hospedagem é confiável são as redes sociais. Em especial no Facebook e no Twitter, há bastante interação entre clientes e empresas – veja como a companhia se comporta nesses espaços e se isso te agrada. 

Depois disso, com alguns nomes em mente, é o momento de entrar em contato com a empresa. Use e-mail, chat, até mesmo as próprias redes sociais, para interagir. Se achar que nesse tipo de contato o provedor de hospedagem faz um bom trabalho, já é um indicativo de que eles podem ser bons de suporte.

E por que é tão importante ter um bom provedor de hospedagem?

A hospedagem do site é essencial para que você tenha um bom tráfego (que é o número de usuários que acessa seu site) e um ótimo ROI (do inglês, retorno sobre investimento – ou, popularmente, lucro).

Entre vários outros fatores, um bom serviço de hospedagem garante que seu site seja carregado rapidamente. E nesse ponto ocorre um efeito dominó:

  • Primeiramente, quanto mais ligeiro for esse processo, melhor nota você tem no Google (e em outros buscadores); 
  • Também, quanto melhor sua avaliação no buscador, mais ao topo você aparecerá no retorno das buscas; 
  • Assim, quanto mais bem colocado você aparecer nas buscas, mais visitantes terá;
  • Portanto, quanto mais visitantes, mais chances de conversões.

Aqui, vale um comentário à parte. Essa velocidade de carregamento é tão importante que o Google mantém um serviço para mostrar como anda seu site nesse quesito – ele se chama PageSpeed Insights.

Conversões é o que vai te garantir o melhor ROI. Por exemplo, se você tem um e-commerce, quanto mais gente entrando em seu site, mais chances de vender seus produtos. Caso seu site seja de conteúdo, mais visitantes significam mais pessoas clicando ou vendo seus anúncios. 

Em resumo: o sucesso do seu site passa pelo tráfego. E, para ter um bom tráfego, tudo começa com um bom serviço de hospedagem. Ou seja, pesquise muito e escolha bem. Esse é o primeiro passo para ter sucesso na web.


 

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese